Regina Castelo celebra aniversário e anuncia para CD “Infinita Graça” para 2020

A cantora evangélica Regina Castelo, celebrou o seu aniversário natalício com um concerto de música, no domingo (23.06).

Regina Castelo, comemorou aniversário com concerto de música

Regina Castelo, comemorou aniversário com concerto de música.

A actividade realizada no Anfiteatro da Assembleia de Deus Pentecostal – Ministério Maculusso, Talatona, contou presença de familiares, amigos e admiradores da cantora, e teve a participação dos músicos Aliança Cornélio e Dimmy Francisco.

No concerto “Infinita Graça”,  Regina Castelo, apresentou canções como “Deus incomparável”, “Estou salvo”, “Jesus me amou”, “Tua presença” e “Infinita graça” – tema que dará titulo ao seu primeiro CD, que será lançado na primeira quinzena do mês de março de 2020. 

Falando ao portal Arautos da Fé, a cantora revelou que sempre foi seu desejo reunir pessoas próximas para um concerto, mas das vezes que fez, “foi algo restrito”.

“Pensamos, em conjunto com a banda, porque não, em acção de graças, comemorarmos com os nossos irmãos em Cristo”, explicou.

Nascida aos 23 de Junho, no seio de uma família cristã, Ana Regina Castelo, despertou o interesse pela música em 1996, influenciada pelo seu pai e a sua irmã mais velha. Em 1997, participou na criação da Banda Coro dos Anjos, onde se destacou como vocalista. 

Algumas de suas músicas são escritas por ela e outras pelo seu irmãos Garcia Castelo, pianista da banda. 

Servidora na Assembleia de Deus Caminho da Vida, coordena o Ministério Filho de Davi. Na conversa com o Arautos da Fé, contou que a sua caminhada é feita de bons e momentos difíceis, mas que tem o sentimentos de que estar a cumprir as sua missão. Desistir, afirmou, é uma palavra que não faz parte do seu vocabulário.

O feedback que recebe daqueles que ouvem as suas músicas, lhe estimula a continuar o seu trabalho.

“Quero que quando estiver a cantar, a louvar a Deus por intermédio da música, que toque as almas e que esses louvores transformem vidas e que não pare só por aqui, mas que vá também a outros países… Recebemos testemunhos de pessoas que dizem: por intermédio daquele louvor senti uma transformação em minha vida, senti que Deus falou comigo.”

Sobre as marcas de um ministro de louvor, Regina, destacou que deve ser cristão, “não de boca”, deve andar em santidade e deve ter temor a Deus.

Além de músicos angolanos, sonha trabalhar com referências da música congolesa como Dena Mwana, Débora Lukau, Sandra Mboi.

Aos admiradores, pediu que continuem a segui-la e a contribuir com ideias e críticas por via da sua página no Facebook, com vista a aperfeiçoar o seu trabalho. 

“Nós queremos aperfeiçoar o que fazemos e nem sempre conseguimos achar os nossos erros, mas uma pessoa do outro lado consegue ver.”

Comentários

comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Inscreva-se para receber as novidades por email

* campos obrigatórios