Miguel Buila na Praça da da Independência

O músico gospel Miguel Buila, está desde as primeiras horas deste sábado na Praça da Independência em Luanda, a vender e autografar o seu mais recente álbum “Deus me consola”. 

Miguel Buila está a autografar o seu mais recente CD

Miguel Buila está a autografar o seu mais recente CD

O disco tem a chancela da produtora Bom Som e comporta 16 temas que reflectem momentos de superação de obstáculos, enfermidades, adoração à Deus, humildade, espírito de partilha ou amor ao próximo.

“Deus me consola”, marca a entrada da Bom Som no Mercado Gospel. Solicitada a fazer um balanço prévio da nova aposta, Madalice Cordeiro, respondeu sem rodeios “super positivo”.

“Sinceramente não contávamos com a aderência, ou seja, talvez a Bom Som, como nunca tinha trabalhado com um artista gospel, não sabia a força que o irmão Miguel Buila tem.” Afirmou.

Madalice faz balanço positivo

Madalice faz balanço positivo

Sobre os projectos da produtora para o mercado gospel, Madalice, informou que a produtora tem “recebido várias mensagens de irmãos que têm trabalhos pendentes, querem começar e não têm produtora”.

“Estamos a olhar um bocadinho mais para esta parte, uma vez que apostar num trabalho gospel é apostar na expansão do Evangelho.” Observou.

Miguel Buila vai vender e autografar o CD amanhã na Casa da Juventude, município de Viana, em Luanda. A partir de Janeiro começa uma tournée para levar o CD à outras províncias de Angola.

DSC_0332 copy
Música Gospel tem de ser feita com qualidade

O músico Chidy, que esteve na Praça da Independência, para comprar o CD “Deus me consola” de Miguel Buila, disse ao Arautos da Fé que partilha a opinião de Buila de que a música gospel tem de ser feita com qualidade para atrair investidores.

“Não é pelo facto de sermos gospel que vamos nos limitar. Tudo que se faz actualmente tem que ser com qualidade, porque o nosso Deus merece muito mais.” 

Migeul Buila com o músico Chidy

Migeul Buila com o músico Chidy

Chidy reconheceu que já existem músicos com potencial para conquistar outros mercados. “O exemplo é o Buila. Temos também Bambila, Dodó Miranda e outros.”

Sobre a sua agenda, o músico disse que “está recheada”. “Hoje estaria em Benguela, mas por razões de calendário não pude. Neste mês de Dezembro vou passar pelo Namibe, Lubango, terminarei no Kuito e depois passarei a quadra festiva com a família”.

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Inscreva-se para receber as novidades por email

* campos obrigatórios