Nudismo evangélico: o movimento que está a crescer no Brasil

Um movimento, denominado nudismo evangélico, está a crescer e a espalhar-se pelo Brasil. O objetivo é simples: os grupos religiosos reúnem-se para rezar, mas sem qualquer peça de roupa.

Os “naturistas cristãos”, surgiram na Pensilvânia, nos Estados Unidos. (Foto: DR)

Os “naturistas cristãos”, surgiram na Pensilvânia, nos Estados Unidos. (Foto: DR)

Os “naturistas cristãos”, como se autodenominam, surgiram na Pensilvânia, nos Estados Unidos, mas começam a aparecer cada vez mais aderentes à prática.

“Somos um grupo de cristãos de diferentes igrejas que descobriram na prática naturista uma forma de desenvolvimento pessoal, de comunhão mais profunda ou, em alguns casos, apenas uma saudável opção de lazer. Apesar do direcionamento predominantemente evangélico estamos abertos a cristãos de todas as correntes, já que não acreditamos na discriminação”, diz Estevão Prestes, um dos adeptos do movimento no Brasil, citado pelo site de notícias Catraca Livre.

Estevão contou que já foi expulso de uma congregação da Igreja do Evangelho Quadrangular devido aos hábitos de rezar nu. Hoje frequenta uma Igreja Presbiteriana.

“Quando meus hábitos foram descobertos, fui chamado pelos pastores a um conselho. Houve a leitura de acusação formal de comportamento imoral”, relembrou.

“Não escondo que sou naturista, mas também não ando com crachá. Os que sabem me aceitam”, acrescentou.

Os membros do movimento rezam e fazem leituras da bíblia em praias, espaços reservados, mas também em igrejas.

O líder de uma igreja nos Estados Unidos que realiza cultos nudistas defende a prática como uma expressão dos princípios cristãos: “Todos os frequentadores de nossa igreja são apenas seres humanos. Sem riqueza pessoal ou aparência glamorosa, todas as pessoas são iguais”, referiu Allen Parker, que costuma presidir à cerimónia nu, em declarações à publicação gospel+.

Quem adere ao movimento diz sentir a presença de Deus neste tipo de reuniões.

Fonte: Sol

Comentários

comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Inscreva-se para receber as novidades por email

* campos obrigatórios