Muçulmanos serão maioria na Europa dentro de duas gerações

Dentro de duas gerações, cerca de 40 anos, a população branca na Europa diminuirá consideravelmente, fazendo com que a maioria dos europeus seja islâmico. Levando em conta as tendências demográficas atuais, o islamismo será a religião mais influente em poucos anos, aponta o economista francês Charles Gave.  

Islamismo será a religião mais influente em poucos anos, aponta estudo

Islamismo será a religião mais influente em poucos anos, aponta estudo

O comentarista político publicou as conclusões de um estudo feito por ele para o Instituto Libertes. Ele analisou o “desaparecimento das populações europeias” diante das altas taxa de fertilidade de famílias muçulmanas.

Gave, presidente da Gavekal Research, reconhece que seu levantamento causará polêmicas, mas aponta para os dados inegáveis. Usando seu país como exemplo, ele mostra que a taxa de natalidade de franceses é de 1,4 crianças por mulher, em comparação com uma taxa muçulmana de 3,4 a 4 crianças. A população da França hoje é de 67 milhões.

Ao contrário de outros países, a França não realiza um recenseamento sobre origem étnica, mas com base em pesquisas externas, alguns estudiosos como Gave, calculam que 10% da população francesa já é muçulmana, cerca de 6,7 milhões de pessoas.

Ele estende o cálculo para o resto da Europa, onde a taxa de natalidade é igualmente baixa: 1,6 filho por família. Sendo assim, Gave estima que a França e a Europa como um todo, terá uma maioria muçulmana por volta de 2057. Nessa época , de acordo com um estudo do Centro Pew, o islamismo ultrapassará o número de fiéis cristãos batendo a marca de 2 bilhões de pessoas.

Fonte: gospelprime

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Inscreva-se para receber as novidades por email

* campos obrigatórios