Goshen e Saron “trazem luz no escuro”

Aguardado com expectativa por apreciadores da música feita pelos dois grupos, teve lugar ontem, no templo da Assembleia de Deus Pentecostal, sede Maculusso, no município de Talatona, a tarde de adoração “Goshen e Saron”, com o tema “Trazendo luz no escuro”. 

Goshen e Saron levam "luz no escuro” ao Talatona. (Foto: Jaime Chiquito)

Goshen e Saron “trazem luz no escuro”. (Foto: Jaime Chiquito)

Diante de uma audiência, formada por pastores, artistas e outros adoradores, Goshen e Saron apresentaram temas dos seus repertórios nos estilos que lhes são característicos.

O evento que se prolongou noite adentro, teve momentos de exaltação com dança proporcionados pelo músico Michó Moisés, um dos convidados. O evento contou ainda, com a participação do do grupo Angospel. 

Os Filhos do Ngana e o músico Josafat, anunciados na véspera como convidados, não estiveram presentes por se encontrarem em missão fora do país, revelou uma fonte ligada à organização. 

Michó Moisés "deu ritmo" ao evento. (Jaime Chiquito)

Michó Moisés “deu ritmo” ao evento. (Jaime Chiquito)

Estevão David. (Foto: Jaime Chiquito)

Estevão David. (Foto: Jaime Chiquito)

Mardok, membro do grupo Goshen, disse no decorrer do evento, que nos últimos dias, três membros do grupo foram arrasados por enfermidades que ameaçaram a realização do evento, mas que pela graça de Deus, reconheceu, conseguiram se recuperar. 

A margem do evento, Estevão David, líder do Goshen, disse ao portal Arautos da Fé, que o que aconteceu, superou as suas expectativas. “Agradecemos ao Senhor pelo resultado obtido”. 

Justificando a escolha do tema do evento, o músico disse “somos cristãos, a partir do momento em que recebemos Cristo nas nossas vidas, temos a incumbência de trazer essa luz para as nossas famílias, nossos bairros, para poder contagiar os outros e espalhar essa luz.” 

O público dançou ao som da música de Michó Moisés. (Foto: Jaime Chiquito)

O público dançou ao som da música de Michó Moisés. (Foto: Jaime Chiquito)

Sobre o Goshen, disse que vai continuar a trabalhar na produção do seu CD, que poderá ser apresentado ao público no início de 2019.

Actualmente, o Goshen conta com nove membros, situação que o seu líder diz ser temporária. “Antes que termine o ano, alguns elementos que foram para estudar fora, vão regressar para podermos continuar a obra.”

Comentários

comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Inscreva-se para receber as novidades por email

* campos obrigatórios