Festcultura: templo Messias pequeno para acolher participantes

A juventude da Igreja Evangélica Pentecostal em Angola, realizou ontem, a 6ª edição do Festcultura, que contou com a participação de vários artistas. 

Filhos do Ngana participaram no evento. (Foto: Jaime Chiquito)

Filhos do Ngana participaram no evento. (Foto: Jaime Chiquito)

O templo Sede de Messias, localizado no bairro Grafanil – Luanda, foi pequeno para acolher a moldura humana presente no acto.

No momento da ministração da Palavra, o evangelista Ivo, destacou a importância do louvor no culto. Lembrou que todo o lugar e tempo, “devemos” louvar ao Senhor e observou que é importante que adoração a Deus deve ser feita “de coração e não de lábios pecaminosos”.

Músico Jorge Lutevo (Foto: Jaime Chiquito)

Músico Jorge Lutevo

Ao portal Arautos da Fé, o músico Jorge Lutevo, disse que participou no evento com objectivo foi de engrandecer o nome de Cristo. Destacou o momento de exortação e o da apresentação do poeta Bessa Bênção como os mais marcantes. “Em cada edição, é uma nova experiência e só ganha quem comparece”.

Poeta Bessa Benção. (Foto: Jaime Chiquito)

Poeta Bessa Benção

Já o poeta e também Secretário Provincial para área de recreação e cultura da JIEPA (Juventude da Igreja Evangélica Pentecostal em Angola) Bessa Bênção, disse que sentiu-se alegre e feliz, por ser único a participar como poeta.

Em relação ao evento, explicou que notou uma diferença. “Os presentes aplaudiam e vibravam. E serviu-me de incentivo para trabalhar mais e mais.” O poeta pediu que se incentive os jovens a demonstrar e não guardar talentos.

Fungamesso Xalita, regente do Coral Provincial da JIEPA (Foto: Jaime Chiquito)

Fungamesso Xalita

Fungamesso Xalita, regente do Coral Provincial da JIEPA, disse que a cada ano, o grupo aposta na formação.
Falou dos cuidados que os músicos devem ter e aconselhou.existem cuidados a ter com a alimentação, evitar refrigerante, coisas muito doces, alimentos muito gorduroso – ginguba, óleo de palma.”

É recomendável, disse, a maçã devido a sua fibra, a banana, pela sua constituição que ajuda as cordas vocais.

Xalita, lamentou por ainda ver pessoas que não aproveitam seus talentos. Enquanto jovem, apelou, devemos nos preservar, ter conduta aceitável, para tal, é ser íntegro, por sermos o futuro do país.

Victoriano da Silveira Espelho “Walter” (Foto: Jaime Chiquito)

Victoriano Espelho “Walter”

O porta-voz da actividade, Victoriano da Silveira Espelho “Walter”, fez o balanço foi positivo em relação as edições anteriores. “A actividade foi totalmente acústica, a participação da juventude foi em massa, passou a expectativa.”

A Diaconisa Osias Roque João e directora adjunta da JIEPA, mostrou-se preocupada com o facto de muitas pessoas confundirem o louvor a Deus com cantar músicas. “Cantar todo mundo canta, louvar, só louva, aquele que teme verdadeiramente a Deus.” Lembrou que levar a juventude a se chegar a Deus é um dos objectivos da da direcção provincial.

Diaconisa Osias Roque João e directora adjunta da JIEPA (Foto: Jaime Chiquito)

Diaconisa Osias Roque João

Aconselhou as mulheres a assumirem suas responsabilidades na Igreja e referiu que o trabalho no Senhor, nunca é em vão. “Abraçar o ministério com amor e dedicação acima de tudo. Porque, servir a Deus, é benéfico para vida pessoal, familiar e social”.

Comentários

comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Inscreva-se para receber as novidades por email

* campos obrigatórios