Concerto solidário: bens vão ajudar na recuperação de músico doente

A Igreja Metodista Episcopal de Caridade em Luanda, acolheu na tarde deste sábado, um concerto que visou arrecadar bens para apoiar o músico evangélico Euclides Luís “Gil Jeez”, que se encontra doente há algum tempo.

Vítor António, um dos promotores do evento.

Vítor António, um dos promotores do evento.

Luís Virgílio, um dos músicos que respondeu o apelo, lamentou, em entrevista ao portal Arautos da Fé, a ausência dos colegas. “Somos muitos e na actividade nem metade apareceu. Logo, acredito que é nessa altura que deveríamos aparecer em massa para darmos aquele apoio, aquela moral ao nosso irmão e amigo que está acamado.”

Virgílio, referiu que são essas pequenas acções que tornariam os músicos mais unidos.  

“Hoje é com o Gil. Amanhã, ninguém sabe quem passará nessa situação. É nessa fase que devemos estar unidos para que não haja aquela separação.”

Aos músicos deixou a seguinte mensagem: “Ainda que não for por doença, em uma actividade do género devemos aparecer em massa, devemos aparecer para apoiar.”

Músico Luís Virgílio emprestou o seu carinho.

Músico Luís Virgílio emprestou o seu carinho.

Ao explicar a iniciativa de realizar o concerto, o músico Vítor António, disse que sentiram-se preocupados com o estado de saúde do colega e perceberam juntos que podiam fazer alguma coisa por ele. “Sentimos a necessidade de fazer alguma coisa urgente porque o assunto é urgente.”

Aos presentes agradeceu e afirmou que os bens que “trouxeram vai fazer toda diferença na vida do Gil”.

“Já vimos que com os outros jamais poderemos contar, mas com vocês temos a plena certeza que podemos contar”.

O concerto, segundo Vítor,  podia ser feito com mais músicos, dentre os quais “aqueles” conhecidos o que não aconteceu.

“Gostaríamos que os músicos gospel de Angola ou de Luanda pelos menos, estão mais próximos, viessem aqui se juntar a essa causa porque é um músico, é um cantor. O Gil não é um cantor conhecido, não é um cantor que está no topo como estão os outros, mas o Gil é um cantor. E todos que estão no topo hoje passaram exactamente onde está o Gil, no anonimato até chegarem ao sucesso”, lembrou.

Comentários

comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Inscreva-se para receber as novidades por email

* campos obrigatórios